quarta-feira, 18 de junho de 2008

O Dia D da seleção...


Fazendo jus ao meu perfil, vou escrever meu primeiro post sobre futebol, já que estamos em um momento delicado de nossa seleção: após a vitória do Paraguai, ontem, saímos da zona de classificação para a Copa de 2010...
E hoje tem jogo decisivo, e com o nosso arqui-rival Argentina! O jogo acontecerá em Belo Horizonte, o que é certa vantagem para o Brasil, que contará com o apoio da torcida. Mas, se de repente acontece uma “zebra”, a vergonha será bem maior...
A pressão é pesada! Ainda mais em cima de Dunga. Mas achei que o jornal argentino Olé pegou pesado desta vez em suas provocações: “Hoje é a partida para cortar a má fase do Brasil e despachar Dunga”, publicou em sua capa. "Tem que jogar em grande estilo", é a manchete da publicação.
Depois de tripudiar sobre o Brasil em relação à derrota diante do Paraguai, o Olé avisou que é proibido perder em Belo Horizonte e lembrou que Dunga levou a melhor nas duas partidas diante de Alfio Basile (técnico argentino).
Dunga se diz tranqüilo, e acredita que “muitas vezes a mudança de atitude é melhor que a mudança de jogadores”. Mas no treino de ontem Dunga ensaiou uma série de alterações na equipe, testando, inclusive, o Imperador Adriano no lugar de Luís Fabiano, que pode começar como titular.
Adriano não proporciona boas lembranças à Argentina, já que na final da Copa América de 2004, marcou o gol do empate por 2 a 2 no tempo normal que levou a decisão para os pênaltis. Após a série de cobranças, o Brasil se sagrou campeão; um ano depois, o atacante anotaria mais dois contra os argentinos, desta vez na decisão da Copa das Confederações, disputada na Alemanha.
O craque admite que tenha, sim, ótimas recordações dos duelos contra os argentinos, mas não pede uma chance contra o adversário na partida desta noite, deixando a decisão para o treinador Dunga.
Bom, o resumo da história é que temos que ganhar para voltar a respirar sem a ajuda de aparelhos... Rs... Com Adriano ou não, com Dunga ou não, mas com muita raça, que é o que a seleção perdeu nos últimos anos.
A única certeza é que o País inteiro estará torcendo e enviando energia positiva a todos os jogadores, inclusive eu!
Vai Brasil!!!!
Bjôooo a todos e bom jogo!

Fonte: Redação Terra
http://esportes.terra.com.br/futebol/eliminatorias2010/interna/0,,OI2956454-EI10290,00-Sob+pressao+Selecao+pode+ter+carrasco+da+Argentina.html
http://esportes.terra.com.br/futebol/eliminatorias2010/interna/0,,OI2956660-EI10290,00.html

4 comentários:

Camila disse...

Vai classificar sim! Bom tomara estarei torcendo muito por isso, tá muito triste ver o BR perder, não estamos acostumados com isso, vamos lá, temos que reagir, força Brasil!

bruno disse...

O pessoal do Olé, jornal argentino, tem o dom de escrever muita besteira. Não perderam o hábito. Apesar disso, essa semana, depois do jogo contra o Paraguai saiu uma incomôda definição sobre a atual "seleção brasileira"; incômoda porque verossímil:

"Esta seleção brasileira é um time atípico, que prioriza a especulação. Que não conta com figuras reais, apenas malabaristas que baseiam sua fama no marketing e, de resto, nem sequer sobrenomes de que se tenha ouvido"

O meu receio é que trágico seja admitir que a seleção virou realmente objeto da mais recente especulação humana pós-Lei Áurea. É intrigante que o Dunga seja o técnico da seleção, escolhido apesar da falta de experiência, se não imaginarmos o pleno comando do Ricardo Teixeira.

É meio "teoria da conspiração" crer que o potencial econômico da "seleção" preteriu o "humano" e "artístico-esportivo". Os sonhos dos moleques mudaram. O meu sonho era ter um empresário com vaga cativa na seleção.

Seria apenas curiosidade, se não fosse o cheiro ruim, a constatação de que o empresário do Mineiro é o mesmo do Richarlyson, chamados à "seleção" apesar da má fase comum à carreira de ambos, nunca concomitantemente. De quem é a vaga?

Dan Setra disse...

Poizé...
Hoje tem "Norteña e minduím", um dos previlégios de jogo na quarta.

E o resultado do jogo?
Pouco importa!
hahahhahhaha

Ovíno: Maskavo - Djorous

Maurice disse...

Acho que classifica, infelizmente.
Infelizmente porque quem sabe ficando fora de uma copa essa gentinha que organiza o futebol brasileiro diminuiria um pouco a lambança que aí esta.