segunda-feira, 17 de novembro de 2008

Nujood Ali: divorciada aos 10 anos



Em paralelo, mas mantendo o assunto agressão do post anterior, também gostaria da opinião de todos frente ao absurdo publicado na semana passada: o caso de Nujood Ali, uma criança de 10 anos que se tornou um símbolo feminino: obrigada por seus pais a se casar no Iêmen, desafiou a todos quando o marido não cumpriu suas promessas (ele só faria sexo com ela quando esta tivesse completado 20 anos), e a violentou; a pequena menina fugiu e foi sozinha ao juiz exigir seus direitos. Conseguiu! Mas a história é no mínimo, chocante, até mesmo para as leis locais. Agora, de volta a casa dos pais, Nujood é hostilizada, mas segura ao dizer:
"O que fiz foi para que as famílias escutem e pensem sobre casar suas filhas tão jovens quanto eu era. Eu nunca mais vou me casar."
Que absurdo!

Bjôoooo

Fonte: Fantástico - Rede Globo

5 comentários:

Lucio Ribeiro disse...

A Noticia eh triste, mas mais triste eh saber que a noticia nao me surpreende mais!
:-(
Lucio Ribeiro

Sally Somir disse...

É por isso que eu sempre defendo que devem existir alguns direitos humanos universais, um básico a ser mundialmente respeitado, mesmo que colida com a cultura de alguns países.

Um absurdo, cultura nenhuma justifica isso!

Parabéns pelo blog!
Sally
www.corporativismofeminino.com

Penélope disse...

Claro que pode, Carla!

É muito triste ver que esse tipo de agressão ainda acontece em muitos lugares do mundo. Como a Sally disse, cultura nenhuma justifica isso.

Beijos!

Juno disse...

Nossa. Isso me choca. apesar de saber que isso acontece aos montes, isso ainda me choca...

Bjuxxxx

E aquela propaganda realmente é fantastica.
Rsrsrsrs

Vivi disse...

Amiga eu tbm achei um absurdo isso, mas ela foi super corajosa. Ela é uma adulta no corpo de criança.
Bjokas e saudades de ti :)