sábado, 13 de dezembro de 2008

Saiba no que as solteiras estão errando


Sábado, dia oficial da balada, e, conseqüentemente, da paquera, da caça, ou como queiram chamar... Mas o dia seguinte geralmente é marcado com lamentações das mulheres no ombro das amigas: não encontro ninguém, vou morrer solteira, e por aí vai...
Se você faz parte deste grupo, das que ainda não tem seu par, o que precisa fazer é dar o primeiro passo, ou seja, conquistar alguém. No entanto, as solteiras reclamam que está cada vez mais difícil conseguir um companheiro...
A individualidade feminina é um dos motivos, pois atrapalha o desejo de construir uma relação. "A independência chega a tal ponto que as mulheres não querem misturar suas coisas", explica a psicóloga Suzy Farão.
Um outro obstáculo é o alto grau de exigência. As mulheres estão cada vez mais conscientes do que querem de um homem, e, principalmente, do que NÃO QUEREM. Elas também já não abrem mão do que gostam para ficar com alguém, ou para satisfazer este alguém, e acabam preferindo ficar do jeito que estão, sozinhas. E muitas vezes elas ficam de bem com a solteirice, pois não se contentam com o primeiro que aparece.
"Um conflito que percebo é que as mulheres desejam uma independência, lutam por ela, e quando pensam em relacionamentos ou estão competindo ou ainda sonham com o homem ideal", define a também psicóloga Sueli Castillo.
Em relação à carreira e, conseqüentemente, à falta de tempo para uma relação, a maioria das mulheres não acredita que isso seja uma justificativa para estarem sozinhas. Serve mais como desculpa para quem, no fundo, quer continuar solteira.

Se tiver algum outro motivo interessante, que explique a grande proliferação das solteiras, deixe seu comentário...

Bjôoooooo

Fonte: Terra - Mulher

4 comentários:

Winni disse...

Entendo perfeitamente o que está escrito no seu texto! sofro com essa coisas de individualidade, não consigo me imaginar passando TODOSSSS os FINS de semana com a mesma pessoa..preciso de um tempo PRA MIM! MAs nem sempre eles entendem!!

Beijo!

Sonia Regly disse...

Carlinha.
Adorei seu texto, todo mundo quer badalar, mas quer ter um obro para encostar a cabeça e o coração.Agradeço sua visita constante, fico muito feliz. Um Natal de paz e muito amor, para vc e todos os seus.BJS

Carlos disse...

Isto não é só um problema das mulheres é um problema geral. O mundo está cada vez mais individualista. Não dedicamos tempo para nossas amizades, nunca temos tempo para visitar os amigos... Ao invés disso mandamos um email, batemos papo via msn, mandamos recado no orkut. Como se relacionar com alguém assim? Ahh e quase esqueci... ficamos mais exigentes com o passar dos anos, isso é um bloqueio para deixar alguém entrar em nossa vida.

Quem se relaciona é quem suporta as diferenças entre as pessoas, se você não suporta fique sozinho... provavelmente outra pessoa também não vá te suportar....

Transeunte disse...

Hum, interessante, mas acho que tem algo ainda mais profundo, que esse texto chegou bem perto mas ''passou por cima''..

Essa tal independência que as mulheres ganharam nos ultimos 50 (?) anos tem várias consequencias alem de não precisar de marido que a sustente, ou chegar aos 30 anos sem casar ou ter filhos e não ser vista como ''titia''..

Ao mesmo tempo que as mulheres têm tido mais liberdade pra exigir de seus companheiros uma maior conexão com o seu (deles) ''lado feminino'', elas (as mulheres) vêm acumulando cada vez mais funções tipicamente masculinas em suas vidas, sem reparar...

Acredito que com o aumento de responsabilidades/competição/independência as mulheres estão sendo cada vez menos ''mulheres''.. e os homens cada vez menos ''homens''..

Não é de se estranhar então que mesmo na era de Aquário com tanta opção de encontrar e conhecer gente nova, tenhamos cada vez mais gente solteira e sozinha.

Não sou machista, mas acredito que pra um relacionamento dar certo, independente das posições sociais, status, grana, atributos físicos... o homem tem que se portar como homem, e colocar a mulher no lugar dela. E a mulher tem que entender isso.

Os gêneros se completam, então enquanto o homem não estiver sendo ''homem'', as mulheres tambem não podem ser ''mulheres''. E vice-versa, afinal a culpa não é só nossa. ;)

Bjo