segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

12 conselhos para ter um infarto feliz


Um novo ano se inicia, e meu conselho é que deixemos de lado os antigos maus hábitos e passemos a viver melhor. Pensando nisso, o Cardiologista Dr. Ernesto Artur nos alerta para o que NÃO devemos fazer:

1. Cuide de seu trabalho antes de tudo. As necessidades pessoais e familiares são secundárias.

2. Trabalhe aos sábados o dia inteiro e, se puder também aos domingos.

3. Se não puder permanecer no escritório à noite, leve trabalho para casa e trabalhe até tarde.

4. Ao invés de dizer não, diga sempre sim a tudo que lhe solicitarem.

5. Procure fazer parte de todas as comissões, comitês, diretorias, conselhos e aceite todos os convites para conferências, seminários, encontros, reuniões, simpósios etc.

6. Não se dê ao luxo de um café da manhã ou uma refeição tranqüila. Pelo contrário, não perca tempo e aproveite o horário das refeições para fechar negócios ou fazer reuniões importantes.

7. Não perca tempo fazendo ginástica, nadando, pescando, jogando bola ou tênis. Afinal, tempo é dinheiro.

8. Nunca tire férias, você não precisa disso. Lembre-se que você é de ferro (e ferro, enferruja!! rs...).

9. Centralize todo o trabalho em você, controle e examine tudo para ver se nada está errado. Delegar é pura bobagem; é tudo com você mesmo.

10. Se sentir que está perdendo o ritmo, o fôlego e pintar aquela dor de estômago, tome logo estimulantes, energéticos e antiácidos. Eles vão te deixar tinindo.


11. Se tiver dificuldades em dormir não perca tempo: tome calmantes e sedativos de todos os tipos. Agem rápido e são baratos.

12. E por último, o mais importante: não se permita ter momentos de oração, meditação, audição de uma boa música e reflexão sobre sua vida. Isto é para crédulos e tolos sensíveis.

Repita para si: Eu não perco tempo com bobagens.

Uma nota importante sobre os ataques cardíacos: há outros sintomas de ataques cardíacos, além da dor no braço esquerdo (direito). Há também, como sintomas vulgares, uma dor intensa no queixo, assim como náuseas e suores abundantes. Pode-se não sentir nunca uma primeira dor no peito, durante um ataque cardíaco. 60% das pessoas que tiveram um ataque cardíaco enquanto dormiam, não se levantaram. Mas a dor no peito pode acordá-lo de um sono profundo. Se assim for, dissolva imediatamente duas Aspirinas na boca e engula-as com um pouquinho de água. Ligue para Emergência (193 ou 190) e diga ''ataque cardíaco'' e que tomou 2 Aspirinas. Sente-se numa cadeira ou sofá e force uma tosse, sim forçar a tosse pois ela fará o coração pegar no tranco; tussa de dois em dois segundos, até chegar o socorro. NÃO SE DEITE!!!

É isso aí, pessoal. Que em 2009 você tenha melhores hábitos e que viva mais...

Bjôooooo

2 comentários:

Agrilla disse...

esse ano que passou, além de tudo isso que ele aconselhou eu ainda me enfiei numa monografia e vários cursos, além de ter 4 cadeiras na faculdade. resultado? braço dormente, queixo, nariz, um olho cego, palpitação, dor de cabeça, falta de ar e uhuuuuu direto pro hospital.
o cara disse que foi stress.

sei lá, eu nem tava stressada, andava super calma, talvez meu nervosismo e ansiedade era tão grande, que eu fiquei calma.

e no fim, explodiu tudo.

parei com tudo que tava fazendo e passei a me dedicar a ver seriados e filmes.

Espero que em 2009 seja mais calmo.

Olavo disse...

Hummmm...estava ate a 4 meses atras preenchendo todos os itens..
parei a tempo..
bjs