quinta-feira, 16 de julho de 2009

Menino ou menina?


Você sabia que algumas atitudes influenciam no sexo do bebê na hora da sua concepção? Alguns estudos e a experiência dos médicos mostram que isso é possível.

Acreditava-se que a união do espermatozoide com o óvulo, que dá origem ao futuro bebê, determinava aleatoriamente se um casal teria menino ou menina. No entanto, um estudo dinamarquês divulgado no segundo semestre de 2007 defende que mulheres estressadas têm 5% de chance a mais de terem garotas. A pesquisa reacendeu uma velha curiosidade dos casais: o modo como os pais vivem ou suas atitudes influenciam na seleção do sexo do bebê?

As características do bebê são determinadas a partir das informações presentes nos cromossomos carregados pelo espermatozoide e pelo óvulo e acabam definindo, por exemplo, a cor dos olhos da criança, do cabelo, da pele... Em relação ao sexo do feto, a mulher carrega cromossomos sexuais femininos (XX), já o homem traz ambos (XY) em seu espermatozoide, ou seja, ele é responsável por definir se nascerá um menino ou uma menina. Por isso, é universalmente difundida a expressão "o homem determina o sexo”.

Mas algumas teorias apontam os espermatozoides com carga genética masculina como sendo diferentes daqueles com carga feminina. O primeiro seria mais rápido, leve e fraco em relação ao outro, que é resistente, porém mais pesado e lento. Com essas informações, ao longo dos anos, alguns médicos começaram a identificar fatores que facilitariam a chegada de um deles até o óvulo, influenciando o sexo.

É o que tem demonstrado, por exemplo, a experiência do ginecologista e obstetra do Hospital Israelita Albert Einstein, José Bento de Souza, que esclarece: “É claro que não é uma ciência exata e sim uma predisposição. Mas existe sim uma relação clínica, apontando chances de acerto de 80% a 85%”. Confira a seguir alguns fatores:

PERÍODO FÉRTIL
Se a intenção é ter um menino, tenha relações sexuais no dia da sua ovulação. Isso porque neste período a mulher produz um ou mais óvulos prontos para a fecundação. Assim, o espermatozoide com carga masculina, que é leve e rapidinho, tem maiores chances de alcançá-los primeiro.
Se você deseja engravidar de uma menina, é aconselhável ter relações sexuais dois ou três dias antes da ovulação e não transar nos dias seguintes. Enquanto os espermatozoides masculinos morrem no meio tempo os femininos são capazes de resistir até que consigam atingir os óvulos durante o período fértil.

PH DA VAGINA
A vagina apresenta naturalmente um pH ácido. Só que o espermatozoide masculino tem preferência por meios alcalinos porque assim pode se locomover com maior facilidade até o útero e as trompas. Portanto, para dar uma ajuda, faça uma ducha vaginal duas horas antes da relação sexual com uma colher de sopa de bicarbonato de sódio diluída em um litro de água morna. Isso vai deixar a vagina mais alcalina.
O espermatozoide com cromossomos X, por sua vez, prefere meios ácidos. Mas para garantir que a vagina mantenha estas condições aconselha-se dissolver uma colher de sopa de vinagre em 1 litro de água morna e banhar-se também duas horas antes da relação.

POSIÇÃO E PENETRAÇÃO
Estudos mostram que o homem deve ficar por cima da mulher caso queira ter um filho homem. Esta posição, aliada a uma ejaculação completa na penetração profunda, vai fazer com que o esperma seja colocado de frente para o colo uterino. Assim, prevalecerá a velocidade dos espermatozoides com carga genética masculina, que serão os primeiros a chegar no óvulo.
Para aumentar as chances de ter uma menina, o parceiro deve ficar por trás da mulher e não deve penetrar profundamente durante a ejaculação. Distante do útero, os espermatozoides masculinos acabam morrendo pelo caminho, enquanto os femininos, mais resistentes, sobrevivem até alcançar o óvulo.

TER OU NÃO ORGASMO
Quando a mulher tem orgasmo, libera uma secreção alcalina. Como já foi citado, os gametas masculinos gostam deste meio. Portanto, para ter menino, tenha o orgasmo antes da ejaculação do homem, já que a secreção vaginal facilitará a entrada destes espermatozoides.
Do contrário, a mulher deve ter o orgasmo após a ejaculação do parceiro ou não tê-lo. Assim, os gametas femininos alcançarão os óvulos antes dos masculinos.

ALIMENTAÇÃO
Ainda que não tenha sido realizada uma pesquisa que relacione uma dieta à seleção do sexo do bebê, José Bento acredita que a alimentação tem influência. “Você quer ter uma menina? Então, faça uma dieta hipercalórica uma semana antes da relação sexual programada. Coma muito doce e carboidratos, pois eles facilitam a acidez do corpo”, diz ele. Para ter um menino, faça uma dieta hipocalórica, cortando os carboidratos e doces, mas exagerando nas saladas, o que facilita o meio alcalino.

BEBÊ DE LABORATÓRIO
Quando a mulher passa por inseminação artificial e a fertilização in vitro é possível definir o sexo com um grau alto de certeza já que os espermatozoides, ou mesmo o óvulo fecundado, podem ser previamente selecionados.
Só que esses métodos são usados para resolver o problema de casais com infertilidade, não com o objetivo de definir sexo. O Conselho Federal de Medicina, no entanto, proíbe o uso dos processos para a escolha do sexo ou para definir outras características biológicas da criança. A chamada sexagem só é permitida com o objetivo de evitar doenças ligadas aos cromossomos sexuais como hemofilia, que ocorre somente em meninos, distrofia muscular, entre outros. Essas não são técnicas de rotina. Devem ser feitas somente se o risco de anomalias cromossômicas ou genéticas for extremamente alto. Usar a inseminação ou a fertilização para a escolha do sexo é uma ampla discussão ética, sendo rejeitada por grande parte da comunidade médica.
Caso haja necessidade de escolha do sexo para evitar uma doença genética, por exemplo, a inseminação artificial faria a coleta de espermatozoides. Estes passariam por um processo de concentração e centrifugação. O cromossomo feminino (X), que é mais pesado, fica no fundo, enquanto o masculino (Y), que é mais leve, se mantém na superfície. Assim, é possível escolher o sexo do bebê. Então, os espermatozoides são introduzidos na mulher no dia de sua ovulação.
O processo custa em torno de mil a dois mil reais por tentativa. Já no caso de uma fertilização in vitro, tanto o esperma quanto o óvulo são retirados para análise em laboratório. Depois de selecionar os espermatozoides de melhor qualidade, é feita a inseminação no óvulo, fora da mãe. Após 72 horas, com os embriões formados, o médico retira células para identificar a existência de genes doentes por meio de uma biópsia. Com a análise, também é descoberto se o filho é menino ou menina. Em seguida, os saudáveis são implantados no útero. O valor é de até oito mil a cada tentativa. Mesmo que a ética permitisse seria um preço muito alto apenas para escolher o sexo. Nesse caso, é melhor deixar tudo ocorrer naturalmente.

COMO SEI QUE ESTOU OVULANDO?
Em geral, a ovulação se inicia no meio do ciclo menstrual, por volta do 14º dia, contando a partir do primeiro dia da menstruação. Mesmo assim, ela pode variar de acordo com o ciclo de cada mulher e é difícil de ser identificada com precisão.
Conheça três outras pistas de como saber a data certa:

1- Mudança do muco cervical (secreção da vagina). Quando a mulher está prestes a ovular, a secreção expelida pela vagina aumenta e fica mais pegajosa e fluída. A cor apresenta um tom esbranquiçado. Também é possível sentir dor nas laterais do abdome.

2- Analisar a temperatura corporal basal (TCB), aquela medida logo ao acordar, após 7 horas de sono. Neste caso, é preciso anotar a temperatura antes de levantar desde o primeiro dia do ciclo, pois qualquer atividade pode alterá-la. Ao ovular, percebe-se um aumento de 0,5 a 1,0 °C em relação aos outros dias.

3- Medir o hormônio luteinizante (LH) na urina. Com os kits de previsão de ovulação, a mulher é capaz de identificar o pico natural de LH no corpo, o que indica a ovulação. Os kits podem ser comprados em farmácias.

That´s all, girls!

E você? Tentaria alguma das técnicas citadas?

Bjôooooo

Fonte: iTodas - Mãe por Angela Miguel.

4 comentários:

Olavo disse...

Se soubesse que daria certo..conversava com ela e fazia tudo igual rs..mas ja ouvi dizer que é td lenda..

Otimo final de semana
Beijos

vanessa disse...

eu vou tentar, entrarei no meu período fertil amanha.
se der certo volyarei aqui pra contar...

VS disse...

Amei!! Acredito que o dia, antes ou depois da ovulação, influencie o sexo da bébé...

Anônimo disse...

Vou comecar meu periodo fertil amanhar mais quero tentar ainda hj uma menininha kkkkk