quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Tentação nossa de cada dia...


O que é tentação?
Ela tem nome? Tem rosto, cor, forma?
Por mais que pensemos, muitas vezes, que a resposta é SIM, a verdadeira resposta é NÃO. E o conflito já começa aqui… No jogo de contradição que a palavra representa.
Mas a tentação é apenas um estímulo ou indução a um ato que pareça atraente, ainda que seja inapropriado ou contradiga alguma norma ou convenção social sendo, consequentemente, proibido.
A definição da palavra pode ser aplicada a uma ampla gama de ações: o desrespeito a uma restrição alimentar, a trapaça, a ostentação de artigos de luxo, a procrastinação, a atos mais sensuais e sexuais.
Ela está presente no próprio objeto de desejo ou no modo como este é apresentado, ou ainda na indução por parte de outrem, através de métodos tão diversos como o elogio, o pedido, a bajulação, o apelo à cumplicidade, o atiçar da curiosidade, o uso indevido da autoridade, a geração de medo, angústia ou expectativa, a ameaça de perda, a sedação, a sedução e até a manipulação.
Na prática da propaganda, por exemplo, a tentação é peça central do marketing e da publicidade efetivos, a fim de persuadir os consumidores a aceitarem um determinado produto ou oferta. Uma técnica de publicidade bastante conhecida envolve a banalização positiva do conceito de tentação, como se vê em "a mais suculenta tentação desde a invenção do chocolate".
E o chocolate? Uma das maiores tentações no mundo feminino… São raras as mulheres que resistam a ele e que não se sintam culpadas ao comer um quadradinho a mais.
E os sapatos e bolsas? Outras tentações incontroláveis… Para mim, muito mais do que chocolate… Mais unanimidades do mundo feminino… E qual mulher já não gastou o que tinha e o que não tinha por mais um sapato preto a fazer companhia para os outros 17 também pretos? Ou por um Louboutin?
Poderíamos falar de diversas situações tentadoras além de doces e consumo: álcool, infrações no trânsito, ficar lendo emails ou trocando mensagens durante uma reunião de trabalho, matar aula… E ficaríamos escrevendo por horas e horas…
E não importa se a tentação é em relação a pessoas ou objetos de consumo, pois a sensação e os sentimentos envolvidos são extamente os mesmos. É o CONFLITO entre querer X poder (ou não poder)…
Vontade.
Curiosidade.
Paixão.
Uma mistura explosiva que faz com que a razão desapareça. Que nos faz cometer verdadeiras loucuras...

E você, já brigou ou briga com alguma tentação?

Bjôoooooo

Um comentário:

Fe Rossetto disse...

Acabei de cair em tentação.... chocolate depois do almoço huummmmmm...